Aulas Particulares






























Muitos são os professores de Matemática que no 2º semestre começam a trabalhar com aulas particulares , sendo que a procura por tais profissionais apresentam algumas justificativas por parte dos pais ou alunos que sempre são reflexivas para o sistema de educação.
Quais seriam as justificativas que levam a busca de auxílio desse profissional:
  1. Dificuldades de aprendizagem:
A dificuldade de aprendizagem deve ser tratada com muito critérios, cabe o professor além de buscar auxiliar nas brechas presentes de conteúdos também retornar a conceitos básicos da disciplina, no caso da Matemática são as operações fundamentais, tais como adição , subtração , multiplicação , divisão , potência e raiz, a possibilidade de encontrar lacunas nestes conteúdos é enorme.



2. Dificuldades de adaptação do método do professor em sala de aula:


Muitos alunos na mudança de método do professor apresentam enorme resistência a aceitação de novas metodologias, é importante para o aluno aprender fazer novas leituras de técnicas utilizadas pelos educadores, hoje as gerações se modificam inclusive as dos educadores, algum são mais tradicionais , outros com visões totalmente novas e outras que seria correto apresentam um mistura dos métodos.
Neste caso, seria interessante conversar com o professor atual, para verificar o que seria interessante trabalhar com o aluno, métodos , técnicas são neste caso essenciais para o encaixe correto do aprendizado.




3. O aluno necessita de aprender a estudar a disciplina:

O mais natural nas aulas particulares é quando o aluno não apresenta dificuldade de conteúdo, mais não estuda a disciplina.
O professor geralmente vai preparar a aula e desenvolver simplesmente etapas necessárias para o aprofundamento, nota-se o aluno sabe a matéria mais por falta de organização não consegue se aprimorar e quando pega um professor mais detalhista as notas ficam evidentes neste perfil de aluno.



4. O aluno desconhece a caracteristica básica da disciplina:

Algumas disciplinas requerem premissas básicas tais como atenção, produção e tentativa.

Na disciplina de matemática por exemplo , o aluno além da atenção tem que tentar desenvolver o conteúdo, eu disse tentar,pois o aprendizado em muitas vezes é correlato ao princípios do erro.

Errar na aprendizagem é desenvolver conhecimento, no momento do erro muitas teias de aprendizado aparecem desde que o aluno busque corrigir esses erros verificando as formas corretas de solução de tais problemas.
Neste caso o professor além de trabalhar os conteúdos deve conversar muito com o aluno para uma mudança de postura em sala de aula possibilitando um melhor aproveitamento.


5. O aluno apresenta dificuldades de atenção:

As salas de aulas com muitos alunos propiciam algumas estratégias diferentes para os educadores, as aulas ficam com pouco tempo para apresentação do conteúdo devido a dificuldade de concentração com os ruídos em sala de aula devido grande números de alunos.
Há alunos especial que necessitam de um diagnóstico médico, e outros pela própria idade ainda imaturos tem dificuldades do ingresso nesta etapa da vida com responsabilidade.

No caso do aluno com deficit de atenção deve se buscar além de um trabalho diferenciado com o aluno uma parceria pedagógica com a escola (orientação pedagógica/professor) e no caso do aluno imaturo há necessidade de uma conversa franca aluno/professor/pais.

Nenhum comentário:

Pesquisar este blog