Educação para educação.





Num mundo onde as informações são rápidas e frequentes, caminhamos para um novo paradigma (pensamento) a reeducação do princípios sociais.

A gripe A , comumente causa de preocupações alarmantes traz consigo uma nova vertente mundial a higiene no trato das doenças bacterianas e virozes.

Passamos no período da Aids uma reeducação nas relações sexuais e mostramos a fragilidade dos grupos de riscos, sejam eles depentes de drogas ou multi-parceiros sexuais.

A dengue também trouxe um diagnóstico de higienização das casas atráves de um controle mais rígidos da parte sanitária especificamente da água parada.

A lei que proíbe o uso de cigarros em locais fechados também será uma grande aliada até nos tratamentos dentários e da diminuíção dos canceres nos pulmões e infartos.

Podemos daqui por diante prestar atenção naqueles na qual apertamos a mão, a falta de cuidados simples de higiene pode colaborar para diferenciar os nossos vínculos, como educador penso que a nossa postura como reprodutor ou contruídor de imagem pode ser uma novo marco nas relações de convivência e conduta.






Referência

Educação para educação

Disponível em

http://www. mauriciomunhoz.blogspot.com

Nenhum comentário:

Pesquisar este blog