O professor x Governo

     Um dos maiores desafios do educador é a contradição investimento x ação. 
    Há poucos intermediários na ação de ensinar , a família e todos os mecanismo de socialização realmente ajudam, o professor acaba tendo uma influência fundamental nas relações de saber e construção do  conhecimento.
      
    Mais e o papel do Governo?  
    A escola ela sempre buscou sua independência do Estado e das suas relações conflitantes em investir ou gastar na educação. A questão é de conceito, qual seria o real papel da educação para um Governante?


    - Se a educação é despesa , tal como uma família que vai um restaurante.Concordo que há necessidade de cortar gastos.
    - Se a educação é despesa, tal como o consumo de água. Concordo que há necessidade de poupar e não cortar.
    - Se a educação é tratada como um filho, no qual busca-se através do tempo dar todas as condições para que esse filho torna-se um cidadão crítico , independente e contribua para uma sociedade melhor, se pensar desta forma  a educação não é despesa, não corta-se verbas, nem investimentos e sim torna-se essa área prioritária.
    Emancipar um educando é transformar esse cidadão em um agente social capaz de contribuir para um sociedade mais justa , com direito e deveres.

  Prof. Maurício. 
   

        

Nenhum comentário:

Pesquisar este blog